16 de jun de 2008

GALERIA

Espaço reservado para a publicação de obras dos Pintores Caruso que estão em acervos particulares, ou ainda dos descendentes da família dedicados à arte.
.
Imagens serão bem-vindas e podem ser enviadas para o email: rubens.caruso@uol.com.br
"Complacência", a obra mais conhecida de Vicente Caruso


A imagem acima, da gravura "Seringueira", de Vicente Caruso, foi enviada pelo proprietário da obra, Sr. Gostaires Gonzales, do Rio Grande do Sul.


As duas imagens acima foram enviadas pelo proprietário das obras, o Sr. Marcio Pessoa, que as herdou de sua avó, importante artista plástica brasileira cuja obra pode ser vista em http://eunicepessoa.blogspot.com/
.
Os dois quadros são de Florêncio Caruso: o primeiro, "Natureza Morta", data de 1939. O segundo, "Bêco", é de 1959.


Duas obras de Vicente Caruso, acima, localizadas na internet: a primeira, óleo sobre tela, é de 1945. A segunda, sem data definida.
.
UM CARUSO NA ATIVA
"Gostaria de contribuir com o blog anexando fotos de três quadros minha autoria. A nossa história sempre foi escrita com cores lembro que meu vô Julio me levou ao atelier de Vicente, eu era muito pequeno e aquele cheiro de tinta determinou o meu presente. Comecei então a escrever mensagens coloridas. Dedico profunda gratidão a minha Vó Julia Maria, que ofereceu, em meus 11 anos (1965), telas e tintas, e então passei a fazer cópias de algunas telas de Florêncio Caruso e de Vicente. Hoje, já com um caminho de quase 40 anos de dedicação aos traços e às cores, venho mantendo a tradição de nossa família Caruso, tão pequena como uma paleta repleta de cores mas infinita em suas mensagens de amor e profunda paz de suas obras. Nasci em 11 de janeiro de 1953 em Piracicaba, SP, filho de Lauro Apparecido Caruso e Lydia Crocomo Caruso. Meus avós: Julio Caruso e Julia Maria Pacheco Caruso. Hoje resido em Cruz das Almas, BA. Espero contribuir com a tradição das cores 'Carusianas'.
Meu até sempre.
José Valdemar Caruso"
.
José Valdemar leva o nome de dois dos irmãos Caruso. É neto de Julio Caruso, irmão de Florêncio. Tem uma obra rica e de elevada qualidade técnica, como se observa nas imagens acima.
..
"Ao Calvoso, offerece F. Caruso - 11-927", é a dedicatória que Florêncio Caruso colocou na obra acima, em homenagem ao amigo ferroviário, Sr. João Calvoso, no ano da aposentadoria do pintor, quando passou a dedicar-se excluvivamente à arte. A obra hoje está com Sérgio Calvoso, neto do Sr. João.
.
A obra acima, de autoria de Lourdes Caruso, pertence a Raquel Pucello, que enviou a imagem e contou: "fui muito amiga dela na minha infância e adolescência. Ela pintou para me presentear".


Abaixo, duas obras originais de Vicente Caruso, localizadas na internet. Sem data definida.

.

5 comentários:

  1. Fiquei muito feliz com a publicação do meu quadro “A Seringueira”. Este me viu crescer. Quando jovem, mudei de cidade e o levei comigo mesmo, velhinho; porque sempre vi nele uma sublime beleza.
    Agora depois que descobri que se trata de um raro exemplar, passou a ocupar um lugar privilegiado, numa parede da sala para iluminar minha casa. Costumava dizer que era Monalisa (veja se não mais linda a moça da minha aquarela).
    No momento meu “VICENTE CARUSO”. Ganhará moldura nova e sanduíche de vidro... Serei definitivamente seu guardião até que a morte nos separe. Obrigado, Angela e Rubens Caruso. Gostaires o alusionista de Santa Vitória do Palmar mesmo noutras bandas. 28-06-10

    ResponderExcluir
  2. Oi Rubens, ficaram bonitas as imagens. E quanto a aquisição, na verdade, um tio, irmão de meu avö, era amigo de algum "Caruso" que ainda não consegui saber, levou alguns quadros para meus pais, que adquiriram na hora!

    ResponderExcluir
  3. PARABÉNS, AGRADEÇO TER POSTADO MEU QUADRO FORTE ABRAÇO...............SÉRGIOCALVOSO.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, a mais de 70 anos meu avô trabalhava em uma igreja e dentro do porão encontro uma obra de arte de V. Caruso. Nesta obra aparece uma mulher vestida de vermelho com um manto azul e branco segurando um bebê enrolado em uma manta branca no colo, achamos que é Maria com o menino Jesus. Muitos anos mais tarde, minha avó nos deu de presente este quadro, e desde então,nos surge a dúvida se ele é ou não original, pois a obra não contém traços de pintura, porém a 70 anos atrás não existia fotocopiadora para que a obra pudesse ser copiada.

    Se vocês quiserem saber mais sobre a obra entre em contato conosco pelo e-mail,felipehof@gmail.com. ficaremos aguardando respostas, obrigado.:

    ResponderExcluir
  5. Linda história e obras incríveis. A primeira das vistas postadas por Valdemar, de Cruz das Almas, me remeteu imediatamente, á Fonte dos Amores, em Poços de Caldas. Seria esta a vista reproduzida? Abraços.
    Alexandra Barbosa
    (Nascida em Poços de Caldas e Moradora de Campinas)

    ResponderExcluir