17 de jul de 2008

TEREZA ANDREOLI CARUSO

(1889-1961) - A esposa de Florêncio Caruso deixou alguns pequenos trabalhos de pintura. Singelos mas expressivos. É interessante lembrar que há registros de Andreoli (parentes dela ou não), que também marcaram presença nas artes plásticas da Itália.

Um comentário:

  1. Caro Rubens, li com imensa alegria a biografia dos Caruso, grandes artistas. Conheci Vicente Caruso, que me foi apresentado por meu avô paterno, Ernani Andreoli, quando Vicente morou em São Paulo. Eu devia ter uns 14 anos de idade, e meu avô levou-me para mostrar alguns desenhos que fazia na época. Alguns anos mais tarde, vim a conhecer o Paulo Caruso, na Folha de São Paulo, onde fui ilustrador nos anos 80. Assim, espero colaborar aqui com mais dados sobre a família - que eu sei, uniram-se, Caruso e Andreoli.Francisco Andreoli, que morou em Campinas é um dos casos de talento literário, por exemplo. É fato que sou artista também, desenhista, pintor e escultor, formado em Filosofia pela USP, de modo que, agrego com grande prazer, minha trajetória a essa família dedicada às Artes. Curiosamente meu nome foi alterado de "Andreoli" - nome do meu avô, tios e primos - para "Andriole", que é o nome do meu pai, Ernani Andriole Filho, sem que eu entenda ao certo o que aconteceu...enfim, algum mistério sem solução. Deixo meu endereço na net para poder conhecer melhor as obras e escritos.
    http://mauroandriole-andriole.blogspot.com
    Parabéns pela página!
    Abraços!
    Mauro Andriole

    ResponderExcluir